- Espécies Alvo -

Início/Espécies Alvo

Trechus terrabravensis

Carocho-da-terra-brava

Carocho-da-terra-brava

Este pequeno escaravelho áptero (sem asas) ocorre no coração da floresta Laurissilva híper- húmida, em falhas e fendas profundas, cujo solo esteja coberto por densos tapetes de musgos e fetos, que não permitam a passagem de luz até ao solo. Ocorre em altitudes que variam entre os 500 e 1000m. Alimenta-se de presas vivas, mas também de matéria em decomposição (saprófago).  Apesar do seu pequeno tamanho, com apenas cerca de 0,35cm, não deixa de contribuir para os ecossistemas, com as suas funções de biocontrolo, uma vez que se trata de uma espécie predadora.

Curiosidades

Ao contrário da maioria das outras espécies de Trechus que ocorrem nos Açores, este escaravelho habita na superfície e não em ambientes subterrâneos (por exemplo: grutas).

Taxonomia

Arthropoda, Insecta, Coleoptera, Carabidae

Distribuição

Altitude

300 - 1000 m

Comprimento

3.5 mm

Estado de Conservação

IUCN - CR

Pseudanchomenus aptinoides

Laurocho

Laurocho

Com 12 mm de comprimento, este escaravelho possui uma forma delgada e frágil, com uma coloração castanho-avermelhada. Este pequeno predador, vive no solo e nos troncos de árvores nativas da floresta hiper-húmida entre os 800-1200 m. Está mais ativo durante a noite, e para o encontrar teremos de o procurar em locais com fendas profundas. Tem período de maior atividade durante os meses de julho e outubro.

Curiosidades

Espécie descrita pela primeira vez em 1867 através de um individuo recolhido nas Furnas – São Miguel que se encontra hoje no Museu de História Natural de Paris. Após várias campanhas científicas ao longo de 20 anos nas Furnas, sem qualquer indivíduo amostrado, está considerado potencialmente extinto em São Miguel.

Taxonomia

Arthropoda, Insecta, Coleoptera, Carabidae

Distribuição

Altitude

800 - 1200 m

Comprimento

12 mm

Estado de Conservação

IUCN - CR

Tarphius floresensis

Escaravelho-cascudo-da-mata

Escaravelho-cascudo-da-mata

Trata-se dum pequeno escaravelho, com apenas 0.27cm, com hábitos noturnos, micófago (ou seja, alimenta-se de fungos) e como tal, contribuindo para o ciclo de nutrientes nos ecossistemas. A espécie habita entre os 300 e 1000m de altitude, vive no solo das florestas nativas e ocorre sobre o tronco de árvores endémicas e exóticas. Distingue-se das outras espécies deste projeto pela existência de pequenas cerdas (um tipo de pelos que ocorre em insetos) na zona dorsal ao longo do pronoto ( “pescoço”) e das élitros (asas rígidas), dando um aspeto “peludo” a esta espécie.

Curiosidades

Frequentemente observados em grupo, alimentando-se, em torno de manchas brancas ou acastanhadas de fungos, na manta morta ou nos troncos de mortos da floresta nativa.

Taxonomia

Arthropoda, Insecta, Coleoptera, Zopheridae

Distribuição

Altitude

500 - 1000 m

Comprimento

2.7 mm

Estado de Conservação

IUCN - CR

landscaper-footer-logo